segunda-feira, 6 de julho de 2020

Polícia apreende mais de uma tonelada de maconha em sítio usado para magia negra

ALTÔNIA

Polícia apreende mais de uma tonelada de maconha em sítio usado para magia negra

Velas, caveiras de animais, punhais, bebidas, além de fotografias e lista de nomes de pessoas foram encontradas na propriedade

Giro Icaraíma 06/07/2020
Uma operação da Polícia Civil com o apoio da Militar resultou na apreensão de mais de uma tonelada de maconha, neste domingo (05), na zona rural de Altônia. Além da droga, os policiais encontram material de magia negra, como velas pretas e vermelhas ainda queimando, dentro e fora da casa onde estava parte da maconha, caveiras de animais parcialmente queimadas, punhais, bebidas como oferendas, além de fotografias e lista de nomes de pessoas.
Os policiais encontram material de magia negra, como velas pretas e vermelhas ainda queimando, dentro e fora da casa onde estava parte da maconha

Segundo o delegado Reginaldo Caetano, a Polícia Civil monitorava o local há 30 dias e neste domingo decidiu pela operação devido a informações de que grande quantidade de drogas havia chegado pela madrugada. Ainda conforme o delegado, 740 kg da droga estavam no local e mais 570 kg em uma picape apreendida após fugir do local e bater em uma cerca perto de um canavial. O condutor conseguiu fugir e o veículo não tem alerta de furto ou roubo.
Os policiais identificaram o proprietário do sítio e o seu irmão foi preso em flagrante logo depois da operação como sendo o responsável por ceder o lugar para armazenar o entorpecente. Por fim, o delegado informou que as investigações prosseguem, a polícia pretende identificar quem era o proprietário da droga. Ao que tudo indica, assim como não protegeu o tráfico de drogas da polícia, a magia negra não deve interferir no andamento das investigações.
740 kg da droga estavam no local e mais 570 kg em uma picape apreendida após fugir do local 
Os policiais identificaram o proprietário do sítio e o seu irmão foi preso em flagrante logo depois da operação como sendo o responsável por ceder o lugar para armazenar o entorpecente. Por fim, o delegado informou que as investigações prosseguem, a polícia pretende identificar quem era o proprietário da droga. Ao que tudo indica, assim como não protegeu o tráfico de drogas da polícia, a magia negra não deve interferir no andamento das investigações.
Os policiais identificaram o proprietário do sítio e o seu irmão foi preso em flagrante logo depois da operação

Giro Icaraíma : Fonte Portal da Cidade Umuarama