terça-feira, 22 de outubro de 2019

Voos regionais começam a ser operados no Paraná; veja a comparação de preços

Levantamento do G1 mostra custo de viagens para Curitiba em rotas de avião, carro e ônibus. Nesta semana, dez cidades do interior começarão operações de voos com destino à capital.


FONTE G1


GIRO ICARAÍMA 
22/10/2019 


O programa do Governo do Paraná com voos regionais de cidades do
 interior para Curitiba começou a operar rotas nesta terça-feira (22). O voo inaugural partiu de Campo Mourão, no centro-oeste do estado, para a 
capital nesta manhã.
Em uma comparação feita com viagens de ônibus ou carro, os preços 
chegam a ser quase 10 vezes mais caros. Em contrapartida, os voos 
são até cinco vezes mais rápidos do que os percursos feitos por terra. 
Veja no infográfico abaixo.

PUBLICIDADE



De acordo com uma pesquisa feita pelo G1 na segunda-feira (21), 
os preços praticados para uma passagem de ida para Curitiba variam 
de R$ 301,73 a R$ 704,73, dependendo do local de partida.
Segundo o governo, serão 55 voos semanais em 12 cidades do estado. 

As rotas são operadas pela Gol Linhas Aéreas, em parceria com a 
TwoFlex, em uma aeronave com capacidade para nove passageiros.
(P) = Pedagio | N/E: Não encontrado — Foto: Arte/RPC(P) = Pedagio | N/E: Não encontrado — Foto: Arte/RPC
(P) = Pedagio | N/E: Não encontrado — Foto: Arte/RPC
Os preços dos voos e viagens de ônibus consideram a tarifa mais baixa encontrada na página da internet das empresas nos próximos 30 dias.
Para calcular as viagens de carro, o G1 considerou a média de quilômetro rodado por litro, com base em um levantamento feito pelo Instituto Nacional 
de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), neste ano.
O levantamento considerou ainda o preço do pedágio e o litro da gasolina 
a R$ 4,238, que é o valor médio no estado conforme pesquisa da Agência Nacional do Petróleo (ANP). A cotação foi feita entre os dias 13 e 19 de
 outubro.

Voe Paraná

As novas rotas com voos regionais foram criadas por meio de um
 programa lançado em agosto pelo governo do estado. O "Voe Paraná" atende Arapongas, Campo Mourão, Cianorte, Cornélio Procópio, Francisco Beltrão, Guaíra, Paranaguá, Paranavaí, Telêmaco Borba e União da Vitória.
Ainda devem integrar o programa Guarapuava, na região central, e 
Apucarana, no norte. O Governo do Paraná disse que aguarda 
adequações nos aeroportos para o início das operações.

Preço das passagens

Quando o programa foi lançado, o governo informou que havia o desejo 
de que as passagens custassem em média de R$ 300 a R$ 350. O levantamento do G1 encontrou preços acima do anunciado pelo governo
 em sete das 10 rotas em funcionamento.
O secretário de Infraestrutura e Logística, Sandro Alex, explicou que 
os preços também vão de acordo com a demanda do mercado.
"Depende muito do fluxo de passageiros.

medida que o fluxo for aumentando, que as pessoas forem utilizando mais, as empresas

podem começar a fazer promoções", disse.
O secretário reforçou ainda que o início das operações em cidades do 
interior impactam positivamente a economia dos municípios, já que 
contribuem para as empresas das regiões.
Nesta primeira semana, 126 passagens foram vendidas para as novas
 rotas. De acordo com o secretário, os consumidores compraram voos
 não só com destino final para Curitiba, mas também com conexões para diversos aeroportos do Brasil, como Guarulhos, Brasília e Confins.
Aeroporto Afonso Pena ganhou 10 novos destinos para cidades do interior do Paraná — Foto: Reprodução/RPCAeroporto Afonso Pena ganhou 10 novos destinos para cidades do interior do Paraná — Foto: Reprodução/RPC
Aeroporto Afonso Pena ganhou 10 novos destinos para cidades do interior do Paraná — Foto: Reprodução/RPC

Economia

De acordo com o Governo do Paraná, o objetivo do programa "Voe 
Paraná" é estimular a economia e fomentar o turismo no estado. 
As cidades escolhidas para receber os voos tem entre 32 mil e 155 mil habitantes.
A Secretaria de Infraestrutura e Logística informou que até o fim do 
ano há a expectativa de novos 500 mil passageiros no Paraná. O número engloba novos voos de outras companhias aéreas, como a Azul e 
a Latam.
Nesta segunda-feira (21), por exemplo,
de Guarapuava para Campinas, em São Paulo. Os voos 
começarão a ser operados semanalmente, a partir do dia 7 de dezembro.
Para impulsionar o mercado aéreo no estado, o Governo do Paraná
 informou que reduziu a alíquota do Imposto sobre Circulação de

Mercadorias e Serviços (ICMS) da querosene de aviação
 de 18% para 7%.
Azul iniciou a venda de passagens para Guarapuava — Foto: José Fernando Ogura/ANPrAzul iniciou a venda de passagens para Guarapuava — Foto: José Fernando Ogura/ANPr
Azul iniciou a venda de passagens para Guarapuava — Foto: José Fernando Ogura/ANPr