quinta-feira, 4 de abril de 2019

"Adolescentes mascarados invadem colégio com machado no interior do Paraná

"[04/04/2019]"


"Três adolescentes mascarados e portando um machado invadiram um colégio na cidade de Imbaú, na região dos Campos Gerais do Paraná, na noite de quarta-feira (3). Segundo a Polícia Militar (PM), eles desligaram um disjuntor, deixando a instituição sem luz, antes de entrar pulando um muro. No local, danificaram carteiras, portas e o quadro negro de ao menos uma sala de aula. Ninguém ficou ferido."

"O caso ocorreu por volta das 20 horas no Colégio Estadual Professora Maria das Graças Cavalcante di Mario, no bairro São Cristóvão, durante horário de aula. Segundo o tenente da PM Victor Manoel Freiberger Couto, os três adolescentes teriam por volta de 16 anos e seriam alunos da instituição."

"Houve correria e uma ambulância chegou a ser deslocada para a escola para atender pessoas que teriam passado mal."

"A PM foi acionada pela diretoria do colégio. Os adolescentes fugiram antes da chegada dos policiais, mas foram localizados no bairro Imbauzinho, a poucos quilômetros do local. Ainda de acordo com o policial Freiberger, eles teriam sido reconhecidos por colegas. Apreendidos, foram encaminhados à 18ª Subdivisão Policial, em Telêmaco Borba, também nos Campos Gerais. A reportagem da Gazeta do Povo não conseguiu contato com o delegado responsável pelo caso."

"O diretor do colégio, Sidnei Mendes, estava reunido com a chefe do Núcleo Regional de Educação de Telêmaco Borba, Sueli Aparecida Martins, na manhã desta quinta-feira (4). Segundo informações do Núcleo, as aulas não chegaram a ser suspensas no colégio e ocorriam normalmente nesta manhã."

"Carteiras foram danificadas com um machado. Foto: Divulgação/PM"

"Violência em escolas
Em março, dois jovens entraram armados na Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano (SP), e dispararam contra alunos e funcionários da instituição. O massacre terminou com 10 mortos, além de feridos."

"Após o ocorrido, o governador do Paraná, Carlos Massa Ratinho Junior (PSD), anunciou a antecipação do programa Escola Segura, em que policiais militares da reserva irão atuar na segurança de colégios."

"A procura para participar do programa, porém, foi baixa por parte dos policiais. Com isso, um novo decreto foi publicado pelo governo na terça-feira (2), estabelecendo aos soldados voluntários remuneração mínima de R$ 3 mil mensais, com valores superiores para cabos (R$ 3,3 mil), terceiros (R$ 3.564) e segundos sargentos (R$ 3.813)."
Fonte Gazeta do Povo